E retorne ao mercado de trabalho

Vocês está ou já esteve desempregado por muito tempo? Conhece algum colega ou familiar nessa situação? Provavelmente sim, afinal, esse triste dado já faz parte da realidade do mercado de trabalho no Brasil.

O desemprego subiu para 12,6% com queda recorde no número de ocupados. A população ocupada encolheu 5,2% em relação ao trimestre anterior, o que representou uma perda de 4,9 milhões de postos de trabalho.

Os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o período foi marcado por grande dispensa de pessoal e desistência de trabalhadores em procurar trabalho em meio à pandemia.

O número de desalentados (ou seja, pessoas que não estão trabalhando e que também desistiram de procurar emprego) aumentou muito e essa situação empurrou algumas pessoas para a informalidade.

Na contramão disso tudo, o número de MEIs (microempreendedores individuais) aumentou: as pessoas buscam trabalhar por conta própria e seguirem a legislação, garantindo alguns direitos como licenças, férias, entre outros.

Nesse cenário de alta de desemprego e de várias pessoas aceitando cargos que não condizem com as suas experiências, empresas e recrutadores buscam por profissionais que estejam bem preparados para ocupar vagas importantes, porém, não encontram.

Algumas empresas continuam na busca de profissionais para atravessar essa situação com conhecimento e planejamento, diminuindo riscos e aumentando suas chances. Por isso, muitas vezes, elas acabam investindo em profissionais que possuem um alto nível de conhecimento ou então, contratam aqueles profissionais cujas habilidades podem ser aperfeiçoadas.

As empresas têm dificuldade para achar profissionais qualificados: existe um excesso de mão de obra sem qualificação e, ao mesmo tempo, falta de mão de obra especializada. Investir nesse setor pode ser uma oportunidade para quem busca uma nova colocação.

Por isso, unir conhecimento com oportunidades traz ótimos resultados para todas as pessoas envolvidas: empresas, colaboradores e a sociedade em geral. É importante não perder a esperança, se especializar e entender que esse momento de crise, como muitos outros, também irá passar.

Você está buscando uma recolocação no mercado de trabalho, mas nunca é chamado para nenhuma entrevista de emprego? A diferença entre o sim e o não, nesse caso, está em uma pós-graduação no seu currículo.

Como dissemos anteriormente, as empresas preferem contratar profissionais que possam agregar ao quadro de funcionários deles, com conhecimentos recentes, atualizados. Um profissional pós graduado.

Cabe aos candidatos analisar o mercado de trabalho da área de atuação dele para entender qual a necessidade daquele ramo específico e então explorar esse nicho.

O Instituto Cultus acredita na capacidade de todas as pessoas. Por isso, oferecemos mais de 900 cursos de pós-graduação EAD que podem fazer a diferença na sua vida profissional.

Acesse e saiba mais, venha estudar com a gente!

agencia